terça-feira, 9 de novembro de 2010


O que seu cabeleireiro nunca vai te contar

8
... mas adoraria que você soubesse.
Photobucket

 Esse post é basicamente um guia do que NÃO fazer em um salão.

 Sei que para a maioria aqui o que vamos citar parece mais obra de ficção, mas a julgar pelos depoimentos que ouvimos de profissionais da área, essas coisas acontecem sim. Infelizmente, são mais comuns do que imaginamos.

 Eder Bueno, um dos profissionais mais requisitados e talentosos de Goiania, afirma que uma das coisas mais deselegantes que uma cliente pode fazer é perguntar o número da tinta que ele usa no cabelo.
 Ele compartilhou que algumas clientes apenas ligam o pedem o número da tinta porque estão com preguiça de ir no salão.
 
 Não! Não estamos inventando. Isso de fato acontece.

Nota do Paperdolls: Meninas, pedir para o profissional contar o número da tinta é como pedir para um mágico contar o segredo do truque.
 Isso a gente não faz! Não é?

 Um outro profissional que preferiu não ser identificado, disse que se irrita com clientes que marcam horários em dias concorridos e se atrasam. No entanto, quando chegam esperam ser atendidas na hora.

Nota do  Paperdolls: Faz isso não, gente!
Mesmo que você seja a verdadeira Rainha de Sabá, humildade e educação são  muito mais chiques do que qualquer bolsa grifada.
 Se você já chegou atrasada, senta lá e espere ser atendida.
 Ou será que você espera que o profisional deixe de atender as clientes que chegaram na hora, pra atender você?

 Telma, uma querida que sempre arruma o cabelo da Lisoca, disse que algumas clientes simplesmente não compreendem a diferença dos serviços e seus respectivos preços.
 Ela disse que para passar o preço do penteado, por exemplo, ela precisa saber se o cabelo é liso ou crespo; se esta limpo ou precisa lavar ; se vai usar acessórios ou apliques.

 Nota do Paperdolls: Quando você manda fazer uma roupa, a costureira te dá um preço por telefone sem saber nada sobre pequenos detalhes?
 Sem saber qual tecido, modelo, apliques?
 I rest my case!

 O mesmo profissional que prefere não ser identificado disse que acha deselegante a cliente falar no celular enquanto esta secando o cabelo.
  Bochecha vermelha ! As vezes eu faço isso!
 Ele disse que a pessoa fala alto e incomoda as outras clientes no salão. Além disso, não é uma conversa produtiva porque a pessoa do outro lado da linha também não escuta nada.

Nota do Paperdolls: Desculpa! Não faço mais! rs

  São coisas pequenas que fazem diferença e refletem sim em como as pessoas te percebem.
  Acredite! " Roupa cara não encoberta educação barata" em lugar nenhum.

 Além disso, esses profissionais nos fazem tão bem: levantando a auto estima com um bom corte ou uma boa tintura e muitas vezes nos salvando de tomar uma decisão lamentável no que diz respeito ao cabelo.Por estes e outros motivos, não custa nada contribuir positivamente com o ambiente também.

Por falar em bons profissionais, eu fiquei babando no cabelo e makeup da Lisoca que o Eder fez no fim de semana:
Photobucket
Olho super tudo e boca super nada
. Photobucket
 Talento!
Photobucket 
E já que é difícil achar, vamos valorizar.

8 comentários:

Fernanda disse...

Lises, esse penteado ficou lindo e valorizou muito seu rosto... Se vc me falar que esse penteado durou a noite inteira, mesmo tendo esse cabelo desaforadamente liso, então esse cabelereiro está mesmo de parabéns!

Paperdolls disse...

Oiii Fernanda a Andressa me contou de vc ... mas olha ele é lisinho mas é pouquinho tambem ou seja é o martírio do Cabelereiro que tem que colocar aplique para fazer a cabeleira render !
Vc esta grávidinha né ... adoro as gravidinhas depois faz um texto pra gente postar sobre coisinhas de nenem ... obrigado por ser a leitora premium,gold,cinco estrela..seguidora fiel do Papers ... bjos mande sempre noticias da barriguinha !

Ahhh o penteado durou a festa inteira ...rasguei a barra do vestido,soltei bolinha de sabão,beijei na boca e o penteado estava firme e sem um fio de cabelo fora do lugar !Eder arrasa ...

Fabíola Ariadne disse...

Meninas, vocês me desculpem, mas nessa relação em Goiânia de consumidor x grandes salões de beleza, na maioria das vezes, o consumidor é quem sai perdendo. Já frequentei por anos um grande salão, chiquérrimo, e cada vez que eu chegava la para retocar minhas luzes o preço era um. E para outra cliente era outro.
Eles não obdecem o Código de Defesa do Consumidor, nunca colocam uma tabela na recepção, ficam sempre pregados na parede dentro do salão. Acho um abuso, mas muito abuso mesmo, cobrar para lavar o cabelo. E dizer a cor que a pessoa usou no cabelo é o mínimo, pois não quero saber só a cor, quero saber a marca, os componentes, tudo que é colocado em meu corpo, se possível que faça tudo na minha frente, pois já vi gente comprando gato por lebre.
Não desmereço o trabalho do profissional, que investe caro nele, por sinal, mas acho que nas relações de consumo há muito mais do que etiqueta a cumprir, tem que haver honestidade e sinceridade em ambas as partes. Sei que tem muita cliente sem noção, mas também há muito abuso nos grandes salões de Goiânia.
Lises seu penteado ficou mara,a make tb. Aliás, o blog está mt bom, já assinei o feed :)

Tati Canto disse...

Olá meninas! Tem penteado lá no blog hj, mas eu mesma fiz...rsrs
Bjs, Tati
http://loveshoesblog.wordpress.com/
@loveshoesblog

Paperdolls disse...

Oi Fabíola,
Você tem razão mesmo e tudo tem o outro lado da moeda.
No meu caso, o salão que não me atendeu com o profissionalismo que eu esperava, nunca mais volto.
E ainda falo para quem conheço.
Podemos fazer o post reverso: O que sua cliente sempre quis que vc soubesse mas nunca teve coragem de te contar. rs
Beijo

Nadima Chalup disse...

Vou adorar se você fizer um post falando sobre "O que sua cliente sempre quis que vc soubesse mas nunca teve coragem de te contar"!! Quando vou tirar a sobrancelha, sou fiel a um salão, por causa da técnica com linha, desde os meus 15 anos só vou lá. Antes de ir ao salão, a moça que tira a sobrancelha, já era minha amiga, então não vejo problemas em chegar e jogar conversa fora com ela, tranquilo. Mas dia desses não consegui marcar a unha em outro salão e estava com preguiça de fazer, resolvi fazer a unha nesse mesmo salão, fiquei mega constrangida, por que a manicure não parava de puxar assunto sobre questões pessoais, eu não gosto, sou reservada. E para piorar ela solta: "Nossa, mas você é tãããão tímida!!". E isso em um salão razoável. Adoro profissionais discretos. O seu blog é ótimo, obrigada pela visita no meu, tinha tantas blogueiras no dia, não deu para conhecer todas! bjos

Paperdolls disse...

Nadima,
Te entendo, pois tb sou mais reservada.
Na verdade, sou mais tímida a primeira vista e demoro a ficar a vontade pra poder falar.
Vamos fazer sim um post para os amados hairdressers.
Obrigada pela sugestão.
Beijo
Andressa

Anônimo disse...

Gatonas, o Éder é demais. O último penteado que ele fez em mim parou a festa! Tranças, amarrações, topete e um coque "desconfigurado". Ficou tu-do! Bjus, Juliana Carnevalli