quarta-feira, 20 de julho de 2011


Mais se é amigo...

5
Meninas hoje eu gostaria de pedir liçenca de assuntos como moda, tendências, looks, cabelo, maquiagem, para poder falar de um assunto de importância muito maior na vida de qualquer um !
Hoje é o dia do amigo e eu queria dividir com vocês momentos que passei com pessoas muito especiais na minha vida !
Foram muitas festas, fofocas, comilanças, choros, passeios... enfim foram muitos momentos juntas e ainda serão muitos mais !
Apresento a vocês as minhas amigas :

Entre Amigos (12/04/1999)

Para que serve um amigo? Para rachar a gasolina, emprestar a prancha, recomendar um disco, dar carona pra festa, passar cola, caminhar no shopping, segurar a barra. Todas as alternativas estão corretas, porém isso não basta para guardar um amigo do lado esquerdo do peito.
Milan Kundera, escritor tcheco, escreveu em seu último livro, "A Identidade", que a amizade é indispensável para o bom funcionamento da memória e para a integridade do próprio eu. Chama os amigos de testemunhas do passado e diz que eles são nosso espelho, que através deles podemos nos olhar. Vai além: diz que toda amizade é uma aliança contra a adversidade, aliança sem a qual o ser humano ficaria desarmado contra seus inimigos.
Verdade verdadeira. Amigos recentes custam a perceber essa aliança, não valorizam ainda o que está sendo contruído. São amizades não testadas pelo tempo, não se sabe se enfrentarão com solidez as tempestades ou se serão varridos numa chuva de verão. Veremos.
Um amigo não racha apenas a gasolina: racha lembranças, crises de choro, experiências. Racha a culpa, racha segredos.
Um amigo não empresta apenas a prancha. Empresta o verbo, empresta o ombro, empresta o tempo, empresta o calor e a jaqueta.
Um amigo não recomenda apenas um disco. Recomenda cautela, recomenda um emprego, recomenda um país.
Um amigo não dá carona apenas pra festa. Te leva pro mundo dele, e topa conhecer o teu.
Um amigo não passa apenas cola. Passa contigo um aperto, passa junto o reveillon.
Um amigo não caminha apenas no shopping. Anda em silêncio na dor, entra contigo em campo, sai do fracasso ao teu lado.
Um amigo não segura a barra, apenas. Segura a mão, a ausência, segura uma confissão, segura o tranco, o palavrão, segura o elevador.
Duas dúzias de amigos assim ninguém tem. Se tiver um, amém.

Martha Medeiros.

Essa é uma homenagem não só as garotinhas ai em cima, mais as leitoras do Paper também, embora não conheça muitas, podem acreditar que são vocês que fazem o blog ser o que é, por isso considero cada uma como uma querida amiga !

obs : Me desculpem se esqueci alguém nas fotoss ! E para as que estão, nem adianta xingar, morrer de vergonha e querer me matar porque "companheiro é companheiro e...( o resto da frase vocês sabem né ?)rsrs.

Inté.
Elisa.

5 comentários:

Sophia Saado disse...

Eu amo vc tanto e fico tão lisonjeada em poder desfrutar da sua amizade!!! :******

valeria morgana disse...

Você é a minha filhinha, linda, meu nenêzinho. Que bom poder ser também sua amiga.

Rafaela Barbosa disse...

Vc sempre será minha pequena hello kitty... Amooo

Anônimo disse...

Aiii! Que lindo, Elisa.
Emocionante estar entre pessoas tão especiais.
Adoro posts assim, sabia?
O blog fica mais íntimo.
Beijão, Lindona
Andressa Cardoso

Laura Rocha disse...

que lindaaa!!! só fui ver agora!!!!
Tenho que dizer que sou muito sortuda e feliz por ter uma amiga como vc... apesar de não estarmos juntas todos os dias, sei que vc está sempre ai...
São mais de 10 anos de amizade...
te amo amiga... e saudades sempre!!!!